29 de jan de 2008

Dante´s Cove - Temporada 3















Dante's cove é o seriado americano que virou hit, febre total! Chega à terceira temporada contando com 5 episódios:



1 - Sex And Death (And Rock and Roll)
2 - Blood Sugar Sex Magik
3 - Sexual Healing
4- Like a Virgin
5 - Naked In The Dark


E mais quente do que nunca...


As postagens sobre as duas primeiras temporadas são:


Primeira temporada: http://cinegls.blogspot.com/2007/09/dantes-cove-temporada-1.html

Segunda temporada: http://cinegls.blogspot.com/2007/09/dantes-cove-temporada-2.html


E para quem desconhece o seriado, sugiro um artigo bacana sobre o mesmo:
http://www.paroutudo.com/materias/marcos-alexandre/070819.php

27 de jan de 2008

L'homme que j'aime


O cenário é Marselha, no sul da França, onde os dois protagonistas trabalham numa escola de natação. Lucas (Jean-Michel Portal), gay assumido e soropositivo, interessa-se pelo novo professor, o tímido e fechado Martin (Marcial Di Fonzo-Bo). Este a princípio resiste mas também sente-se atraído pelo insistente rapaz ao mesmo tempo que mantém um relacionamento com uma garota (Mathilde Seigner). A mãe de Lucas (Vittoria Scognamiglio), decidida e protetora, será fundamental para virar o jogo. A confusão da identidade sexual, a difícil "saída do armário" e a inclusão num meio reconhecidamente volátil são as questões do diretor Stéphane Giusti neste simpático drama romântico.

Sub pralad / Tropical malady


Keng e Tong são dois jovens apaixonados. O primeiro é um soldado e o outro trabalha no campo. O tempo passa, ritmado pelas noites na cidade, pelos jogos de futebol e pelas agradáveis reuniões na casa da família de Tong. Um dia, quando as vacas da região são decapitadas por um animal selvagem, Tong desaparece. Segundo uma lenda local, um homem pode se transformar em animal selvagem. Keng parte para o coração da floresta, local onde o mito se torna realidade.

Manuale d'amore 2


O filme nos apresenta-nos quatro episódios:
“Eros” Tem como protagonista um jovem paraplégico (Riccardo Scamarcio) que se apaixona loucamente pela sua bela fisioterapeuta (Monica Bellucci)…

“A maternidade” É a odisséia tragicômica de Franco (Fabio Volo) e Manuela (Barbara Bobulova), um jovem casal que é obrigado a recorrer à reprodução assistida para ter um filho…

“O matrimônio” Fosco (Sergio Rubini) e Filippo (Antonio Albanese), um casal gay, decide ir a Espanha para casarem-se, mas antes têm que passar pela aprovação do pai e sogro muito conservador…

Em “Amor extremo” O cinqüentão (Se bem que ainda não chegou na casa dos 50) Ernesto (Carlo Verdone), cansado da rotina do matrimónio, sofre um ataque de “paixonite aguda” por uma mulher muito mais jovem que ele, Cecilia (Elsa Pataky).

O fio condutor destes quatro “capítulos” é um programa de rádio apresentado pelo radialista DJ Fulvio (Claudio Bisio), centrado no tema principal do filme - o amor.

Skins - 1a Temporada


Ambientado em Bristol, “Skins” retrata de forma bastante aberta temas polêmicos como sexo, drogas, homossexualidade, amizade e namoro. A maioria dos episódios é embalada por festinhas pra lá de quentes, namoros que dão certo, pegações que geram confusões e situações tensas que definem o rumo de cada personagem.O que diferencia "Skins" das outras séries feitas para adolescentes é que ela está mais ligada nos tempos atuais. Uma personagem que sofre com transtornos alimentares convive com uma menina nerd, com um garoto mulçumano, um menino gay e com o cara mais popular da turma.O resultado de toda essa bagunça agradou (e muito) os britânicos. Os 9 episódios da primeira temporada fizeram tanto sucesso que a produtora encomendou uma segunda temporada.

Há quem aposta que "Skins" tem chances de ser tão popular quanto "The O.C." e "Falcon Beach". "Esse seriado faz a 'Malhação' da Globo parecer um seriado para crianças de no máximo 7 anos de idade", escreveu o colunista e jornalista Lúcio Ribeiro.

E o ano novo também começa com novidades e muito mais polêmica no dramalhão. A 2ª temporada do seriado, que tem estréia prevista para fevereiro de 2008 na Inglaterra, vai mostrar o garoto homossexual Maxxie apanhar de um grupo de homofóbicos, além de transformar Jal, a menina boazinha da história, em alguém mais “cool”. Vai encarar?

5 DVD's - 9 episódios

26 de jan de 2008

The street - gay story



Esta é uma média-metragem que pertence à série "The street" produzida para a rede BBC em 2007.
Drama sutil entre dois operários da construção civil, um deles com mulher e filhos. O pai é Charlie, que trabalha fora da cidade onde reside, onde desperta seu lado nunca antes explorado: o desejo por outro homem, seu colega de trabalho e homossexual , Tom. Logo esta história torna-se tensa, onde um chefe de família encontra cada vez mais dificuldades para esconder seu segredo.

14 de jan de 2008

Gay sex in the 70's


Gay Sex in the 70s faz uma visita à ferveção pós-Stonewall, quando os gays viveram uma liberdade sexual nunca vista. O filme faz o retrato dessa era, que vai de 1969 a 1981, antes da epidemia da AIDS, mostrando depoimentos e cenas vividas em locais legendários, como o pier de Nova York. Um tempo em que a repressão e o medo foram substituídos pela explosão sexual, quando a vergonha virou alegria.

Making love


Esse drama romântico é um marco porque foi a primeira vez que Hollywood produziu um filme com temática gay para o grande público - mostrando pela primeira vez, uma longa e bem realizada cena de beijo na boca entre dois homens. A estória gira em torno de um jovem médico (Michael Ontkeen) que decide separar-se de sua esposa (Kate Jackson) para cair nos braços do belo escritor (Harry Hamlin). Boa atuação dos três atores dão um brilho especial e comovente à estória.

The blossoming of Maximo Oliveros


Este foi o candidato oficial das Filipinas ao Oscar de filme estrangeiro de 2006. Sente só a ousadia: é a história de um pré-adolescente de 12 anos que, vindo de uma família de marginais, apaixona-se perdidamente por um belo policial de Manila. Maxi (reparem na impressionante atuação do garoto Nathan Lopez) é o caçula da viúva Paca. Assim como quase todos naquele cortiço, ela sobrevive na ilegalidade, fazendo apostas e vendendo celulares roubados. Extremamente efeminado, Maxi acaba sendo aceito como uma garota em corpo masculino e abandona a escola para ser “esposa”, cozinhando e limpando para quem quiser. Ele se aproxima do policial novato e viril Victor, que passa a protegê-lo – a relação platônica entre ambos resvala no romantismo. Mas quando um de seus irmãos mata um estudante durante um roubo frustrado, Maxi vê-se dividido entre amor e família. O cineasta então estreante Auraeus Solito é fiel à estética neo-realista. Um dos mais premiados filmes GLBT dos últimos anos, conquistou, entre outros: o prêmio Teddy de melhor ficção, a menção especial Urso de Vidro e o Grande Prêmio “Instrumento de Ajuda à Criança”, todos no festival de Berlim de 2006; melhor ficção no Festival Internacional de Cinema Gay & Lésbico de Turim (Itália); melhor primeiro filme no Montréal Film World Festival; prêmio Netpac no festival de Rotterdam; e o troféu Swarowski de melhor filme no Asian First Film Festival.

Beefcake


Reconstituição da carreira do fotógrafo Bob Mizer, que fundou nos anos 50 a agência "Athletic Models Guild", destinada somente a modelos masculinos. Sob o olhar vigilante de sua mãe e sócia, ele mantinha uma espécie de "paraíso" em seu estúdio, onde os jovens modelos podiam passar o dia à beira da piscina, tomando sol, enquanto aguardavam uma sessão de fotos ou de filmagens. Os rapazes de Mizer posavam em cenários altamente sugestivos e as fotos eram publicadas em revistas de culto à beleza e à forma física, como "Adonis" e "Tomorrow's Man". E para escapar da censura, ele camuflava o erotismo de seu trabalho em fotos que sempre incluíam aparelhos de ginástica e eram acompanhadas de artigos sobre saúde e musculação. Beefcake é uma compilação de fotos e filmes de arquivos, cenas ficcionais e entrevistas com homens que trabalharam na frente e atrás das câmeras. O filme aborda com humor o aspecto homo-erótico desse tipo de fotografia.

Vereda Tropical


Javier Torre, mesmo diretor de ''Um Amor de Borges'', filma no Brasil a vida de exílio do escritor argentino Manuel Puig, que viveu no Rio de Janeiro nos anos de 1980, período em que se viu distanciado da literatura. Homossexual, Puig estava em busca de um amor (ou amores), mas só encontrou frustração.